Elas driblaram o preconceito para namorar homens mais jovens

Mulher busca homem países 179132

Ela, no Brasil. Ele, na Noruega. Após três meses de longas conversas pela internet, Helge Svetnsen, 51 anos, veio a Brasília para conhecê-la e pedi-la em casamento. Ela é negra, ele é loiro de olhos claros. Ele fala só um pouco de português, enquanto ela arrisca o inglês e o norueguês. Os filhos foram criados de formas diferentes. O psicólogo e analista do comportamento Dr. Gilberto Godoy fala sobre relacionamentos entre pessoas de nacionalidades diferentes ;Somos diferentes em muitas coisas, até nos detalhes, na forma de falar e de se portar. Ele tem um ótimo senso de humor e adora fazer amizades;, descreve.

Mas também nunca coloquei isso como um impedimento Depois de cinco meses saindo, o namoro foi formalizado. Foi muito legal, muito gostoso. Nunca pensei que àquela altura da minha vida eu ia ter tudo aquilo de segundo, me senti muito bem.

Leave a Reply

Your email address will not be published.